GINECOLOGIA E OBSTETRICIA

O que o Ginecologista faz:

A ginecologia é a pratica da medicina que lida diretamente com a saúde do aparelho reprodutor feminino (vagina, útero e ovários) e mamas. Seu significado literal é "a ciência da mulher".

Quase todos ginecologistas atualmente são também obstetras.

O principal objetivo do exame ginecológico é a avaliação dos órgãos pélvicos internos e externos femeninos: o útero, os ovários, as trompas de falópio, colo do útero, a vagina e os grandes e pequenos lábios. Também são observados sinais de câncer nas mamas. Deste modo, podem ser detectadas infecções nos rins, bexiga, ou do sistema urinário, ou outras situações que podem afetar a saúde global da mulher, bem como tornar viáveis possíveis engravidamentos. Inspeções ginecológicas são recomendadas a partir da maturidade sexual e devem ser mantidas mesmo após a menopausa.

Os principais problemas tratados com um ginecologista são:

  • Câncer dos órgãos reprodutivos incluindo ovários, tuba uterina, útero, vagina e vulva
  • Incontinência urinária
  • Amenorréia (ausência dos períodos menstruais)
  • Dismenorréia (períodos menstruais dolorosos - cólicas)
  • Infertilidade e fertilidade
  • Menorragia
  • Prolapso dos órgãos pélvicos
  • Cervicite / Corrimento / Infecção vaginal
  • Doença Inflamatória Pélvica
  • Cisto Ovariano
  • Mioma

O que o Obstetra faz:

Primeiro, vamos entender a diferença da obstetrícia para a ginecologia. A obstetrícia é o ramo da medicina que trata da reprodução feminina. Investiga a gestação, o parto e a fase pós parto, que é chamada clinicamente de puerpério. O termo "obstetrícia" vem da palavra latina "obstetrix", que é derivada do verbo "obstare" (ficar ao lado), ou seja, aquele que auxilia na hora do parto.

O obstetra é o profissional de obstetrícia, ou seja, médico que estuda a reprodução da mulher e acompanha sua paciente durante a gestação, parto e pós-parto nos seus aspectos fisiológicos e patológicos. Este profissional é especialista em cuidar do desenvolvimento do feto e dar assistência à mulher no período da gravidez, sendo o responsável pelo pré-natal da gestante.

Em se tratando de gestação, ele é o profissional mais conhecido e lembrado. Os obstetras podem atender partos em hospitais, clínicas ou em domicílio. Podem ser contratados por um hospital público ou privado, ou podem ter suas clínicas particulares, onde podem ou não aceitar convênios médicos. Eles atuam tanto nos partos normais como nos cirúrgicos (cesarianas).

O ginecologista também pode ser obstetra, o que permite que nesses casos o médico que acompanhava a mulher antes da gestação possa também ser o seu médico durante e após a gravidez. Para ser obstetra é necessário possuir diploma de curso superior em Medicina e especialização (equivalente a pós-graduação), e residência na área de Ginecologia e Obstetrícia.