ESTENOSE DE URETRA

ESTENOSE DE URETRA

Estenose uretral é um estreitamento de um segmento da uretra, que pode resultar em diminuição ou mesmo interrupção completa do fluxo urinário, acarretando em uma série de complicações.
A uretra é um órgão tubular por onde a urina flui para fora da bexiga.
Nos homens, a uretra é mais longa. Na sua parte mais interna, logo na saída da bexiga, a uretra atravessa a próstata.
Próximo da saída da bexiga encontra-se o esfíncter urinário, que controla a eliminação voluntária da urina (continência).
SINTOMAS
• Fluxo reduzido de urina geralmente é o primeiro sintoma. Dificuldade miccional é bastante comum, porém a interrupção completa do fluxo é rara.
•Jato espraiado ou duplo.
•Gotejamento de urina após a micção.
•Aumento da frequência miccional (necessidade de urinar mais vezes que o habitual).
•Nictúria (acordar e levantar à noite para urinar).
•Ardência no momento da micção.
•Incontinência urinária em alguns casos.
EXAMES
•Urofluxometria – Avaliação da força do jato urinário, a qual é obtida quando o paciente urina num aparelho que mede o fluxo de urina (ml/s). Estenoses determinam um fluxo diminuído.
•Uretrocistografia – Exame no qual se faz chapas de raio x com a uretra preenchida de contraste. Assim, pode-se determinar o local e a extensão do estreitamento.
•Cistoscopia – Examinar a região da estenose com um endoscópio especial pode ser indicado em alguns casos.
TRATAMENTO
Existem diversas formas de tratamento. Somente um médico urologista, poderá, através dos exames, avaliar e prescrever o tratamento adequado para cada caso.